topo09.jpg

SAMII

Logomarca-SAMII.jpg

Em dezembro de 1974, às vésperas da aposentadoria da Dra. Nise da Silveira, um grupo de colaboradores, liderados pela educadora Zoé Noronha Chagas Freitas, criou a Sociedade Amigos do Museu de Imagens do Inconsciente (SAMII). Em sua ata de fundação, consta os nomes de importantes personalidades no campo da cultura, das artes e da política. 


Desde então, a SAMII é a responsável pelos grandes projetos realizados no Museu de Imagens do Inconsciente: reformas e infraestrutura da sede, contratação de técnicos e pesquisadores, acondicionamento e documentação do acervo, apoio às atividades terapêuticas, exposições, documentários, publicações - a Sociedade está presente no dia a dia do museu. Parcerias com instituições públicas e privadas têm ajudado a alavancar esse trabalho.
 

O tombamento de parte do acervo pelo IPHAN e o Registro do Arquivo Pessoal da mestra no Programa Memória do Mundo na UNESCO são resultados de iniciativas da SAMII para proteger e divulgar esse importante legado. 


O projeto de Expansão do MII, atualmente em execução, inclui a luta pela transformação do antigo hospício em um parque público, ideia que a SAMII lançou oficialmente em 2011 e, desde então, tem incessantemente lutado por sua concretização.